Pesquisar este blog

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Canibalismo ou Antropofagia

A maior parte da moda é baseada nas modas anteriores. Para explicar uma determinada moda basta analisar as modas passadas para encontrar respostas plausíveis, em vês de tentar enxergar a modo como reflexo da realidade política ou social.

A moda possui uma capacidade de apagar o significado simbólico de tudo que incorpora. Como exemplo se tem o Che Guevara que se tornou em um item vendável no sistema de moda capitalista. Nas camisetas com sua imagem não resta nada de sua política revolucionaria, ou seja, muitos usam a camiseta do “Che” sem saber quem ele foi e o que ele fez.

Quando se vende moda, se vende um valor simbólico, porem a moda tende a apagar esse valor simbólico muito rapidamente, buscando novos valores simbólicos que possa “canibalizar”. Muitas marcas pegam signos do underground e traz isso para suas coleções, pois o underground é o maior fornecedor dos valores simbólicos.

A moda age como algo antropofágico, devora-se o antigo valor, mas renova-se o valor simbólico e incorpora uma outra forma. O sentido não se perde, apenas sofre algumas modificações e é renovado.

Quem compra uma camiseta do “Che”, o faz porque de alguma forma se identificou e se sentiu atraído por aquele valor simbólico, mesmo que não seja o valor original ou que o consumidor nem o conheça, ainda assim existe algum valor simbólico ali.


Referência Biblografica

ANGELO, Victor. Canibalismo ou Antropofagia? Dus*** infernos. Disponível em: . Acessado em: 7 set. 2008.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...