Pesquisar este blog

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Moda, Anorexia e Bobas da Corte

Vocês já leram o texto: Moda, Anorexia e Bobas da Corte do Jorge Antunes? Se não leram ainda deveriam ir correndo ler, é bem interessante. Aqui eu vou resumie e dar a minha opinião. Quem tiver interesse de ler o texto o link se encontra na bibliografia.

O autor critica especificamente as modelos, chamando as de bobas da corte e dizendo que por terem neurônios destruídos elas desejam ser o que são. Na opinião do autor, ser modelo é praticamente um circulo vicioso que começa com a magreza, que faz muitas sofrerem de anorexia, que provoca a destruição dos neurônios, além de pararem de menstruar, se tornam inférteis e sentem o desejo de se isolar da família, tudo para "saracotear" nas passarelas, vestindo trajes investíveis, mas extremamente divertidos.

Ser modelo, na opinião do autor, é um processo cruel de exploração. Exploração que sempre existiu, não apenas em livros de romance. Em todos os momentos da história da humanidade as classes exploradoras, acobertadas pelo Estado, inventaram métodos para colocar seres humanos degradados divertindo os abastados donos do poder. As modelos, são como os antigos bobos da corte, se degradam, se desfiguram, estraguem-se ao aviltamento corporal para o prazer da alta burguesia e das classes dirigentes.

Entretanto, não é bem assim que acontece, as modelos não são meras bobas da corte, elas não estão ali para divertir quem as vê, mas sim para convencer as pessoas a comprar um produto. Ser modelo é um trabalho digno, como muitos outros, elas não fazem de graça, algumas ganham muito bem por isso. As modelos têm que ser magras e altas porque as roupas ficam mais bonitas para serem exibidas em um desfile, ou em um editorial, elas possuem o padrão de beleza da época e as pessoas acham que comprando tal produto poderão ficar como elas. Até a década de 60 elas eram mais "gordinhas" e tudo mudou com o aparecimento da Twiggy, que era muito magra.

Ser modelo é uma das profissões mais sonhadas quando se é adolescente, pois ela vêem esse trabalho com muito glamour, acham que sendo modelos conseguirão ter fama e dinheiro, porém esse é um dos trabalhos mais difíceis e competitivos. Lógico que sempre tem algumas modelos que ficam anorexicas, bulimicas, que degradam e desfiguram seu corpo, mas não podemos generalizar, nem todas querem ficar exatamentes iguais à Barbie, ou pior. A modelo é um produto e a vida delas é mais dura do que se imagina, a todo momento são avaliadas, julgadas e, talvez, escolhidas.

Portanto, ser modelo é uma profissão que fere muito a auto-estima das mulheres, principalmente quando não sabem como lidar com a rejeição. Para ser uma modelo, e conseguir chegar longe ela primeiro tem que aprender a aceitar o seu corpo e conhecer seus limites, e não virar uma boba da corte querendo agradar o mundo inteiro submetendo se a anorexia, por exemplo.


BIBLIOGRAFIA

ANTUNES, Jorge. Moda, anorexia e bobas da corte. Revista Espaço Acadêmico, Ano VI, nº 68, jan. 2007, ISSN 1519.61866. Disponível em: . Acessado em: 21 fev. 2008.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...